PPPS DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA: ECONOMIA DOS RECURSOS, SUSTENTABILIDADE PARA O PLANETA E SEGURANÇA PARA A POPULAÇÃO

As cidades estão em constante movimento e, consequentemente, as tecnologias desenvolvidas para atendê-las precisam acompanhar esta evolução. De metrópoles a pequenos povoamentos, cada vez mais os municípios crescem e demandam novas soluções para transformar a maneira de se relacionar com o espaço urbano. A iluminação pública é um exemplo disso.

Cada lugar possui necessidades específicas de infraestrutura, logo, o projeto de uma cidade não pode ser copiado por outra. Ele precisa ser único. Para continuar operando em eficiência máxima, os sistemas de iluminação pública precisam ser inteligentes e atender às demandas da população, tendo um papel de protagonismo na revolução das regiões.

SEGURANÇA E BEM-ESTAR

Um bom planejamento e uma boa gestão interferem diretamente na melhoria da qualidade de vida das pessoas. Cidades bem iluminadas fazem com que os espaços urbanos sejam melhor aproveitados como áreas de convívio e lazer. Além de melhorar a imagem da cidade, ela contribui consideravelmente para a segurança pública, diminuindo a ocorrência de crimes no período noturno e evitando acidentes de trânsito devido à falta de visibilidade.

O projeto de iluminação pública pode contar ainda com a instalação de câmeras nos postes para realizar análises preditivas de crimes.

 

ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE

Os projetos são formatados para viabilizar soluções de qualidade de vida urbana, economia financeira e garantia de recursos naturais para as futuras gerações. Ao otimizar a eficiência energética contribuímos também para a sustentabilidade das cidades. Isso se deve ao fato de que, na maioria das cidades brasileiras ainda se utiliza as antigas lâmpadas de vapor de sódio, que são menos duráveis, consomem mais energia e exigem maiores gastos com manutenção, por isso são menos eficientes.

 

A primeira solução para reduzir gastos com iluminação pública é simples: a tecnologia LED, que tem duração quatro vezes maior, com um fluxo luminoso consistente em até 70% de sua vida útil.

 

Além da economia financeira, vale destacar que as lâmpadas de LED são mais confortáveis para a visão, trazem mais nitidez às cores, não emitem calor e raios IV e UV, não atraem insetos e são muito menos agressivas ao meio ambiente quando descartadas.

 

MANUTENÇÃO E TELEGESTÃO

Por possuir uma longa vida útil, as luminárias LED garantem economia também na manutenção, por evitarem substituições constantes. Pense no alto custo que a troca de lâmpadas de pontes, túneis ou estruturas muito elevadas demandam.

Outra vantagem a ser considerada é a de que parte das luminárias de LED podem ser fornecidas com sistema de Telegestão. A Telegestão nada mais é do que a capacidade de poder ligar ou desligar as luzes sem tocar fisicamente num interruptor, contribuindo para, não apenas reduzir o consumo de energia como melhorar os índices de segurança em áreas consideradas perigosas por possuir baixa luminosidade.

A modernização dos sistemas de iluminação pública é um passo fundamental para a transformação das cidades e as parcerias público-privadas (PPPs) são o modelo de negócio mais viável para dar esse passo em direção ao futuro.

Converse com a gente para saber mais sobre nossas soluções e descubra como a sua cidade pode ser beneficiada com um projeto de iluminação pública inteligente.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *